Porto Seguro: Vereadores aprovam aumento de salário

Projeto segue agora para as mãos da prefeita Claudia Oliveira; grupo de manifestantes contrário ao aumento, propõe redução do salário dos edis

Informações bahia.ba
Câmara Municipal de Porto Seguro (Foto: O Povo News)
Câmara Municipal de Porto Seguro (Foto: O Povo News)


A crise financeira que afeta o país aparentemente não chegou aos cofres públicos de Porto Seguro, no extremo sul baiano. Na contramão do déficit que acomete a União, a Câmara Municipal aprovou, em sessão na última terça-feira (5), o reajuste de 23% no salário dos edis. Com a elevação, a remuneração dos vereadores, atualmente de R$ 10 mil, passará para R$ 12,6 mil. Caso seja sancionado pela prefeita Cláudia Oliveira (PSD), o incremento valerá a partir de janeiro de 2017.
De acordo com o presidente da Casa, Élio Brasil (PT), o aumento é necessário visto que, desde 2013, os vencimentos estão congelados. Ele argumenta ainda ser necessária uma equiparação a 50% do salário dos deputados estaduais, de R$ 25 mil.
O aumento causou revolta na população e houve protesto durante sessão da manhã desta quarta-feira (6). Além de discursos inflamados contra os políticos, os manifestantes pediram pelo veto da prefeita Cláudia Oliveira ao projeto. Uma página do Facebook foi criada para requerer a redução do custo com o Legislativo. “O objetivo de tal medida é repelir e/ou moralizar a função de ocupantes de cargos eletivos citados, não recaindo os representantes na “busca de dinheiro fácil”. E sim, que os cargos sejam ocupados por cidadãos que desejam realmente contribuir com a melhoria e a mudança para melhor do município de Porto Seguro”, informa um dos textos.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário