Ladrão de banco é preso com R$ 24 mil na cueca em cidade baiana

Suspeito ainda apresentou documento de identidade falso à polícia no momento da prisão; ele levou R$100 mil da agência de Santa Maria da Vitória

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação/ Polícia Federal)


O homem que furtou R$ 100 mil reais de uma agência bancária, na quinta-feira (30), na cidade de Santa Maria da Vitória, no oeste da Bahia, foi capturado com R$ 24 mil escondidos na cueca. Ele estava em um ônibus intermunicipal com destino à cidade de Santana, também no oeste do estado.
De acordo com informações da polícia, equipes da 26ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e da 30ª Companhia Independente de Polícia do Interior (CIPM) montaram um bloqueio, na saída de Santa Maria da Vitória e conseguiram prender Anderson Sales da Costa. Ao ser abordado, ele apresentou um RG em nome de Paulo Raul de Oliveira Gomide. Na unidade policial, foi constatado que tratava-se de documento falso. Também foi apurado que ele já tem passagens por furto e roubo em São Paulo, Minas Gerais e Goiás.
Antes de Anderson ser capturado, policiais civis já haviam encontrado R$ 51 mil, quantia que fazia parte do lote furtado do banco, no interior de um Gol, estacionado perto da agência. Três celulares, que estavam dentro do veículo, foram encaminhados ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) para serem periciados.
Ainda segundo o coordenador da 26ª Coorpin, delegado Alexandre Haas Cunha, está sendo apurado o destino dos R$ 25 mil, que ainda não foram encontrados até o momento, bem como se Anderson teve auxílio de um ou mais comparsas. “As imagens do circuito interno mostram ele entrando e saindo sozinho da agência. Mas é possível que alguém o estivesse esperando do lado de fora”, avaliou o delegado.
Caso – O acusado entrou na agência, no centro de Santa Maria da Vitória, na tarde de quinta-feira (30) e, sem ser notado, conseguiu passar por uma porta que dá acesso à área localizada nos fundos dos caixas de atendimento aos clientes. Ali, encontrou uma caixa de papelão contendo os R$ 100 mil, colocou em um saco plástico e se dirigiu à saída da agência. O segurança desconfiou do homem, que aparentava nervosismo, e o mandou parar. Como foi ignorado, o vigilante efetuou disparos para o alto, mas Anderson conseguiu fugir.
Segundo o delegado, a equipe de investigação recebeu a informação de que Anderson fora visto, no dia anterior, fazendo fotos de uma agência do mesmo banco, na cidade de São Félix do Coribe, o que foi negado por ele. Autuado em flagrante por furto e uso de documento falso, Anderson permanecerá custodiado na carceragem da 26ª Coorpin, à disposição da Justiça.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário