Criadora de Pokémon Go quer lançar game em 200 mercados em breve

Jogo está nos EUA, Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra e Alemanha.
Game fez valor de mercado da Nintendo aumentar em US$ 17 bilhões.


Informações G1/Reuters
O jogo de realidade aumentada 'Pokemon Go' é visto na tela de um smartphone em foto ilustrativa tirada em Palm Springs, na Califórnia, EUA (Foto: Sam Mircovich/Reuters)
O jogo de realidade aumentada 'Pokemon Go' é visto na tela de um smartphone em foto ilustrativa tirada em Palm Springs, na Califórnia, EUA (Foto: Sam Mircovich/Reuters)

O presidente da produtora por trás do sucesso Pokémon Go afirmou que quer lançar o game para celular em cerca de 200 países e regiões em breve e que está trabalhando para ampliar a capacidade de servidores para permitir um lançamento mais amplo do título.

O jogo pegou o mundo de assalto apesar de ter sido lançado até agora apenas em cinco países: Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra e Alemanha.
"Por que limitá-lo", disse o presidente-executivo da Niantic, que desenvolveu Pokémon Go em conjunto com a afiliada da Nintendo Pokemon Company, John Hanke, em entrevista nesta sexta-feira (15).
Ele negou dar detalhes sobre cronograma, mas citou que o primeiro jogo de realidade aumentada da produtora, Ingress, levou um mês ou dois para atingir esse número de mercados.
Os comentários de Hanke ajudaram as ações da Nintendo a subirem mais 10% nesta sexta-feira. Os papéis da companhia japonesa acumulam valorização de 86% em apenas uma semana, o que adiciou US$ 17 bilhões em valor de mercado à empresa.
Hanke confirmou que Pokémon Go será lançado em breve no Japão e que espera em algum momento lançar o game na Coreia do Sul, onde os serviços de mapa do Google são restritos por questões de segurança envolvendo o conflito com a Coreia do Norte.

Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário