Bope retira bomba do corpo de bancário em Barreiras

Polícia constatou que o artefato tinha grande poder de destruição, mas não havia condições técnicas suficientes para ser detonado

Informações  bahia.ba
(Foto: Reprodução/ Blog Sigi Vilares)

A intervenção do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) para desarmar uma bomba amarrada pela manhã ao corpo de um funcionário do Banco Santander de Barreiras, no oeste baiano, foi finalizada com sucesso no fim da tarde desta quarta-feira (13).
Segundo a Polícia Militar, a equipe antibombas constatou que, embora o material utilizado para construir o artefato tivesse grande poder de destruição, não havia condições técnicas suficientes para a carga ser detonada.
Ainda de acordo com a PM, após desatado do abdômen do bancário, o explosivo será levado para uma área de segurança para ser destruído. O homem foi conduzido para uma unidade de saúde, onde será submetido a tratamento médico por causa do estresse experimentado durante todo o dia.
Ataque – Na manhã desta quarta-feira (13) o tesoureiro Wallace Bruno teve a mãe sequestrada por um grupo criminoso que também amarrou o artefato explosivo ao seu corpo. De acordo com a PM, os suspeitos teriam exigido que o funcionário do Santander realizasse o saque de uma quantia não divulgada, sob a ameaça de detonar a bomba. Colegas de trabalho perceberam o comportamento suspeito de Wallace ao chegar na agência e chamaram a polícia.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário