Bahia registra quase 600 casos de estupro em três meses

Salvador foi a cidade com o maior número de ocorrências: 110 casos registrados nos três primeiros meses de 2016

Informações bahia.ba
Violência contra a mulher (Foto Divulgação CNJ)
Violência contra a mulher (Foto Divulgação CNJ)


A Bahia contabilizou 576 casos de estupro nos três primeiros meses de 2016. Salvador foi a cidade com o maior número de ocorrências: 110 casos registrados. Quase que diariamente são noticiados casos de violência sexual no estado, como o da mulher de 30 anos que foi violentada por quatro homens na cidade de Barra do Choça, no sudoeste baiano, na madrugada de sexta-feira ( 24).
Os governos estadual e municipal desenvolvem algumas ações de contenção da violência contra a mulher, mas o contingenciamento de recursos ameaça o fluxo de algumas iniciativas como o projeto-piloto “Quem Ama Abraça – Fazendo Escola”, que é uma das ações do Pacto de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres.
A campanha, trazida para a rede estadual de ensino fundamental pelas secretarias de Políticas para as Mulheres e de Educação do Estado da Bahia, com o apoio da Comissão de Direitos das Mulheres da Assembleia Legislativa (AL-BA), foi concluída em 19 escolas de Salvador e região metropolitana, que envolveu diretamente 180 professores e 1.800 alunos.
No ano passado, foram 2.549 ocorrências do crime no estado. Salvador, com 531 casos, e os municípios de Feira de Santana (154), Ilhéus (76) e Porto Seguro (67) foram os que mais tiveram registros.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário