Incêndio em Santa Cruz Cabrália já devastou área de 7km²

Corpo de Bombeiros considera que o fogo iniciado na última quarta-feira passada já está controlado

bahia.ba com informações do G1 Bahia.
Incêndio em Santa Cruz Cabrália. Foto: Ascom/ Santa Cruz de Cabrália
Incêndio em Santa Cruz Cabrália. Foto: Ascom/ Santa Cruz de Cabrália

O incêndio que atinge a região de Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia, já devastou 7 km² desde a quarta-feira (6), mas foi considerado controlado pelo Corpo de Bombeiros, segundo informações da Secretaria de Comunicação da cidade.
A secretária Léa Penteado disse que a área atingida envolve brejo, restinga de Mata Atlântica e zona rural. Segundo a gestora, os brigadistas têm encontrado dificuldade em chegar à região porque o fogo atinge principalmente a parte de mata fechada da floresta.
“A gente não consegue combater esse fogo.  Vieram ontem [domingo] bombeiros de Itabuna para ajudar, a comunidade está ajudando, mas não está controlado. Continua queimando dentro de mata. Está controlado na pista, próximo à rodovia, que corta o bairro de Santo André e Santo Antônio, mas, na floresta, continua queimando porque é uma mata muito grande”, diz a secretária.
Ainda de acordo com Léa Penteado, desde agosto do ano passado não chove intensamente na região e os incêndios podem ter sido causados por queimadas. “Existe o triste hábito de caseiros de colocar fogo para queimar folhas, para limpar terreno. Com o tempo seco, sobe o fogo”, avalia.
Embora tenha sido considerado como controlado, equipes de bombeiros continuam a combater as chamas. Segundo o coronel Joelson Rezende, do 6º Grupamento de Bombeiros, em Porto Seguro, o trabalho continua para impedir o avanço do fogo, com apoio de efetivos de Ilhéus e Itabuna, além do Prevfogo, do Ibama. “Ainda não apagamos o fogo, mas está controlado e confinado para não crescer. A gente faz o cercamento para que não aumente a área de fogo”, garante.
Ameaças – O incêndio já provocou a morte de alguns animais que vivem na região e que não conseguiram fugir das chamas, além de ter atingido a entrada da aldeia indígena pataxó Araticum. Os índios passaram a noite de quarta-feira e parte da manhã de quinta no combate ao fogo. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio não ameaça mais a aldeia nem a faixa residencial que fica na região.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário