Exposição leva cultura indígena ao Palacete das Artes, em Salvador

Evento será aberto em Salvador no Dia do Índio, na terça-feira (19).
Peças artesanais e pinturas compõem mostra 'Índios na Janela'.


Informações G1 BA
Exposição ficará aberta até domingo (24) em Salvador (Foto: Andreza Mona)
Exposição ficará aberta até domingo (24) em Salvador (Foto: Andreza Mona)

A exposição "Índios na Janela", que já passou pelas cidades de Ilhéus e Porto Seguro, sul da Bahia, será aberta na capital baiana às 17h de terça-feira (19), data em que é celebrado o Dia do Índio. A mostra ocupará o 1º pavimento do Palacete das Artes até o domingo (24). A entrada é gratuita.
O acervo em exposição é composto por 200 peças artesanais de diversas etnias brasileiras e 20 pinturas de faces indígenas. Entre as peças artesanais, estão arcos, colares, lanças e bordunas das tribos Pataxós, Xukuru Kariri, Maxakali e Krenak.
Mostra marca Dia do Índio, nesta terça-feira (19) (Foto: Andreza Mona)
Mostra marca Dia do Índio, nesta terça-feira (19)
(Foto: Andreza Mona)
A exposição já foi vista por cerca de 3.500 pessoas em Ilhéus e Porto Seguro, por onde já passou em curtas temporadas em fevereiro e março. A mostra é voltada para o público em geral, inclusive para estudantes do ensino fundamental, ensino médio, pesquisadores, historiadores e professores.
O projeto prevê também uma apresentação indígena dos Pataxó, no dia 20, às 16h, na área externa do Palacete das Artes. Também está programada palestra gratuita, ministrada pelo colecionador Silvan Barbosa Moreira, com o tema “Minha Vida na Tribo”, dia 22, às 15h, no mesmo local da exposição.

As peças da mostra foram juntadas ao longo dos 25 anos em que o colecionador Silvan Barbosa Moreira, ex-funcionário da Fundação Nacional do Índio (Funai), teve contato e se dedicou ao trabalho com as mais variadas tribos indígenas brasileiras.
“A mais antiga é da Ilha do Bananal, no Mato Grosso, já a mais nova é um cocar e um colar Kaiapó que veio do Pará. Entre peças artesanais, livros, CDs e DVDs, tenho quase mil objetos, adquiridos ou que me foram dados de presente por amigos indígenas. Esta exposição serve para contribuir e ampliar o conhecimento do público sobre a vida e a cultura indígenas”, diz o colecionador, em nota.

Já os quadros de faces indígenas são do artista Gildásio Rodriguez, conhecido como “O Gil dos índios. O pintor começou o trabalho de pintura em 1998 e já criou mais de 30 quadros. O projeto é uma realização da Comunidade Tia Marita e conta com apoio do Fundo de Cultura da Bahia.

SERVIÇO
O quê: Exposição “Índios na Janela”
Onde: Palacete das Artes, Rua  da Graça, 289,Graça, Salvador
Quando: Abertura: dia 19 de abril, às 17h. | Visitação: 20 a 22 de abril, de 13h às 19h; e 23 e 24 de abril ( sábado e domingo), de 14h às 19h.
Apresentação indígena dos Pataxó: dia 20, às 16h, na área externa do Palacete das Artes.
Palestra: “Minha vida na tribo”, com o colecionador Silvan Barbosa, dia 22/04, às 15h.
Entrada gratuita para a exposição, palestra e apresentação
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário