Em dificuldade com arrecadação, Jequié reduz atrações juninas na BA

Situação afeta vida dos comerciantes, que devem sofrer perda nas vendas.
Panorama na cidade acabou atrasando confirmação de festa particular.


Do G1 BA com informaçõe da TV Sudoeste
(Fotos: Imagens / TV Bahia)

Com uma tradição de festejos de São João que já dura 15 anos, o município de Jequié, no sudoeste da Bahia, irá reduzir o investimento na festa em 2015. Segundo a prefeitura da cidade, por conta das dificuldades na arrecadação, o orçamento para o evento, que chegava a R$ 2 milhões, será reduzido, assim como os dias da festa, que passarão de onze para cinco dias.
Conforme a gestão municipal de Jequié, com a redução no orçamento, a cidade deverá ter na Praça Rui Barbosa a apresentação de bandas regionais e atividades tradicionais, como quadrilhas. "A gente vai fazer um São João que vai manter a tradição do nosso município com festas como o Terno de Reis, Bumba Meu Boi, os bonecos brincantes. Vamos fazer uma série de coisas, mas não vamos trazer aquelas grande atrações", explicou Jacbson Brito, secretário de comunicação cocial de Jequié.
Festas particulares também podem ser canceladas (Foto: Reprodução / TV Sudoeste)
Festas particulares também podem ser canceladas
(Foto: Reprodução / TV Sudoeste)
Até mesmo as festas particulares realizadas nas proximidades da cidade podem ser canceladas. "O atraso na prefeitura em dizer se ia ou não haver São João e que tamanho e tipo de São João eles iriam fazer fizeram a gente perder as reservas que tínhamos para o Forró da Margarida 2015. Acabou praticamente inviabilizando a nossa festa de 2015", reclama o empresário Dickson Magano Silva.
A situação preocupa os comerciantes da cidade, que temem reduzir os lucros nos festejos deste ano. "Para o comércio é uma data entre as três melhores do ano e a indefinição atrapalha o planejamento dos lojistas nas suas compras e, consequentemente, nas vendas", afirma o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jequié, Antônio Trifino Júnior.
Jequié conta com um dos festejos juninos mais tradicionais da Bahia (Foto: Reprodução / TV Sudoeste)
Jequié conta com um dos festejos juninos mais
tradicionais da Bahia (Foto: Reprodução / TV
Sudoeste)
"A rede hoteleira sofre diretamente, mas também o comércio de confecções e outros itens que sofrem também com essa falta da movimentação de São João", acredita o dono de hotel Luzimar Mota.
Já os moradores da cidade lamentam a redução da festa, mas acreditam que será positivo se o orçamento foi destinado para melhorias de infraestrutura na cidade.
"Para um caso benéfico como a realização de obras na cidade, infraestrutura, trânsito, isso é muito bom", opina um dos moradores.
"A festa tradicional, as cidades vizinhas participam. Infelizmente, a gente têm que se conformar", lamenta outro morador.

Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário