Três agências dos Correios na Bahia são assaltadas pela manhã

Crimes aconteceram em Bom Jesus da Serra, São Desidério e Ipiaú.
Em apenas um dos casos, suspeitos foram presos nesta quarta-feira (6).


Informações G1 BA
Policiais em frente à agência dos Correios na cidade de Bom Jesus da Serra, no sudoeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)
Policiais em frente à agência dos Correios na cidade de Bom Jesus da Serra, no sudoeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

Três agências dos Correios foram alvos de assaltantes só nesta quarta-feira (6) em cidades do interior da Bahia. Os casos foram registrados em Bom Jesus da Serra, São Desidério e Ipiaú.
Em Bom Jesus da Serra, no sudoeste do estado, os funcionários da agência foram rendidos e amarrados por dois assaltantes logo no início da manhã, ao abrir a agência. Os servidores avisaram à polícia depois que conseguiram se desamarrar. Os suspeitos fugiram e a quantia roubada não foi divulgada. Até por volta das 16h20, ninguém havia sido preso e a polícia continuava em busca dos assaltantes.
Já em São Desidério, no oeste da Bahia, um homem e dois adolescentes assaltaram a agência dos Correios da cidade, renderam o vigilante, pegaram a arma dele e roubaram o dinheiro da agência. De acordo com a Polícia Civil, a quantia levada foi de R$ 575. Os suspeitos fugiram, mas a Polícia Militar do município conseguiu capturá-los na BR-135, sentido Barreiras, perto do povoado do Angico. O dinheiro e a arma do vigilante foram recuperados.
Em Ipiaú, a 350 km de Salvador, dois homens chegaram em uma moto e cometeram o crime. Não houve feridos, relatou a polícia. O caso foi registrado pela gerência dos Correios na delegacia da cidade e não há informações da quantia levada, segundo conta a Polícia Militar do município.
Não há informações sobre o funcionamento da agência em Bom Jesus da Serra. Já em São Desidério, após as ações, a polícia disse que a agência da cidade suspendeu as atividades. A PM de Ipiaú informou que o atendimento ao público ocorreu nomalmente nesta quarta-feira.
G1 entrou em contato com os Correios, por meio da assessoria de imprensa, para saber se alguma medida será adotada em razão das ocorrências, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário