'Eu cuido', diz suspeita de manter filha e marido em cárcere privado

Esposo é idoso e foi encontrado com criança de um ano em casa imunda.
Ela justifica fato, fala que casou com 15 anos e que queria se sentir 'mulher'.


Do G1 BA, com informações da TV Sudoeste
(Foto: Imagens / TV Bahia)

Presa sob suspeita de maltratar e manter em cárcere privado a filha de um ano e o marido de 70, a jovem Michele Santos de Carvalho, de 26 anos, negou maus-tratos à família e afirmou que saía de casa para "se sentir mulher". O caso ocorreu no município de Ilhéus, no sul do estado.
"Ele [o marido] tem a chave. Agora, o problema é que ele bota a chave e ele não sabe onde ele bota. E, às vezes, quando ele abre [o portão], ele esquece a chave em algum lugar ou esquece o portão aberto e as pessoas se aproveitam e entram. Mas eu cuido. Eu faço o que eu posso. Quando eu conheci ele, eu tinha 15 anos de idade. O que posso fazer? Nunca fui uma dona de casa de verdade. Eu apenas saía para me sentir bem, para me sentir mulher", contou, ao confessar que se prostituía e usava drogas.
Michele foi presa na noite de segunda (18), após denúncias anônimas. Na casa onde estavam a filha e o marido, a polícia detalha que foi encontrado um ambiente sujo e com muitos alimentos estragados. Informações preliminares da polícia apontam que a filha e o marido da jovem estariam sendo mantidos nesta situação há cerca de 10 meses.
O idoso, de 70 anos, é aposentado da Marinha. À polícia, a mulher confessou que sacava a aposentadoria do marido mensalmente e que o valor do benefício seria de cerca de R$ 10 mil. Em entrevista, o idoso disse não saber ao certo o valor que recebe e que o dinheiro era sacado pela esposa. "Sinceramente, não sei", disse sobre o valor do benefício.
De acordo com a delegacia, por conta das condições da casa, Michele Santos de Carvalho vai responder por maus-tratos e, se for confirmado de que o marido e filha estavam realmente trancados, ela deve responder também por cárcere privado. A filha foi encaminhada para Delegacia da Criança e do Adolescente. Caso as denúncias sejam confirmadas, Michele pode perder a guarda da criança. Já o idoso foi levado para a casa de parentes.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário