Prefeito decreta emergência em áreas mais afetadas por chuva em Salvador

Subúrbio, Cajazeiras, Liberdade e Pau da Lima são os locais mais atingidos.
Segundo prefeito, objetivo é adotar medidas para assegura normalidade.


Informações G1 BA
(Foto: Manu Dias/GOVBA)

O prefeito de Salvador, ACM Neto, assinou na noite desta terça-feira (28) um decreto em que declara situação de emergência nas regiões do Subúrbio, Cajazeiras, Liberdade e Pau da Lima, pontos mais castigados pelas fortes chuvas na cidade.
De acordo com o gestor, o objetivo da ação é possibilitar a adoção de medidas com mais agilidade e rapidez para assegurar o restabelecimento da normalidade na capital baiana. No total, a cidade teve 15 mortos em um dia de fortes chuvas - onze na comunidade de Barro Branco, em San Martin, e quatro em Marotinho, no bairro Bom Juá.
Em nota, o prefeito informou que levou em consideração para assinar o decreto "o registro de vítimas fatais, a previsão de mais chuvas para a capital baiana e o grande número de solicitações de vistorias dirigidas à Defesa Civil, sobretudo ameaças de deslizamento".
Ministro, governador e prefeito concederam  entrevista para falar sobre estragos provocados por chuva em Salvador (Foto: Alberto Coutinho/GOVBA)
Ministro, governador e prefeito concederam 
entrevista para falar sobre estragos provocados por
chuva em Salvador (Foto: Alberto Coutinho/GOVBA)
Na manhã desta terça-feira, o governador da Bahia, Rui Costa, o ministro da Integração, Gilberto Occhi, e o prefeito ACM Neto sobrevoaram as áreas mais afetadas pelas chuvas. Na ocasião, eles informaram que equipes do Exército vão apoiar a retirada de moradores dos locais atingidos.
A prefeitura afirma que, aproximadamente, 250 pessoas estão desabrigadas. Segundo levantamento da Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps), o número pode aumentar, uma vez que estima-se que 300 imóveis estão localizados em áreas de risco e as famílias precisarão deixar suas casas. Os desabrigados que não tiverem ou quiserem ir para casa de parentes estão sendo recebidos em estruturas montadas pela prefeitura em locais como o Espaço Axé, em Pau da Lima, e na Escola Municipal Helena Magalhães, em Boa Vista de São Caetano
Na quarta-feira (29), equipes dos governos municipal, estadual e federal vão atuar nas áreas identificadas como mais críticas, informou a prefeitura.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário