Prazo para quem não tem o Fies fazer a inscrição termina nesta quinta-feira

Apenas que já tem o Fies pode renovar o contrato até dia 29 de maio.
Calouros de faculdades particulares temem ficar sem o auxílio.


Informações G1, em São Paulo
O prazo para quem ainda não tem contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) está acabando. As inscrições para novos contratos devem ser feitas até esta quinta-feira (30) no site do Fies. Na semana passada, o Ministério da Educação prorrogou para 29 de maio o prazo apenas para quem já tem o auxílio e precisa renovar o contrato.

Muitos estudantes reclamam que não conseguem fazer a inscrição e temem ficar sem o auxílio ao término do prazo.
(Foto: Imagens / Rede Globo)
Em Piracicaba (SP), estudante de direito da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF) um pedido de ação civil pública com liminar junto ao Judiciário. Segundo o universitário César Sacconi Falcão, de 35 anos, o requerimento representa a dificuldade de 1,2 mil alunos que desde janeiro não conseguem se inscrever no Fies.
"Para novas inscrições, que é o meu caso e de mais de mil alunos, a notícia é péssima, pois a omissão apenas confirma o que está acontecendo na realidade: em média, apenas 30% de novas matrículas conseguirão o Fies. É uma diferença gritante comparada a 2014", disse o universitário.
Até a sexta-feira (23), cerca de 242 mil novos contratos tinham sido feitos pelo site do Fies. O ministro da Educação Renato Janine Ribeiro garantiu, em entrevista ao Bom Dia Brasil, que todos os empréstimos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) serão renovados e pediu desculpas pelas falhas apresentadas no sistema de inscrições.
Nota mínima no Enem
Desde 30 de março, com a entrada das novas regras do Fies, para fazer a inscrição, o estudante deverá ter nota mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio e não ter tirado nota zero na redação. Além disso, as instituições particulares de ensino superior não podem aumentar as mensalidades acima do teto de 6,4%. Algumas faculdades, como Santa Casa e a PUC Campinas, suspenderam a adesão ao Fies para novos alunos porque preferiram reajustar as mensalidades acima deste limite.
O Fies permite ao estudante cursar uma graduação em uma instituição particular e, depois de formado, pagar as mensalidades a uma taxa de juros de 3,4% ao ano. O aluno só começa pagar após 18 meses de concluído o curso.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário