Policiais civis e militares terão ganhos médios de 11% a 12%

A progressão das gratificações vem sendo implementada desde 2012, chegando à GAP V este mês

Informações Correio24horas
O governo do estado vai pagar, este mês, a última parcela das gratificações dos policiais civis e militares, a GAP V, que vai representar ganhos salariais entre 8,30% e 11,74% para os militares; e de 9,95% a 16,28% para os policiais civis, segundo a Secretaria de Comunicação do Estado (Secom). A medida terá impacto de R$ 112 milhões.
O governador Rui Costa anunciou o pagamento no programa Digaí Governador. “Vai ser paga este mês (a GAP V), o que dá, entre 11% e 12% de variação salarial para o policial Militar e Civil”, afirmou. A progressão das gratificações vem sendo implementada desde 2012, chegando à GAP V este mês.
De acordo com a Secom, a Polícia Militar teve ganhos de 80,92% nos últimos oito anos. Em 2015, a progressão das gratificações por atividade policial vai conceder ganho real dos praças (soldados, cabo, 1º sargento e subtenente) em 94,34%.
Na Policia Civil, as carreiras de Investigador e Perito Criminal alcançaram, no final de 2014, índice de 91,62% e 100,81% no mesmo período. Este ano, essas funções obterão 101,68% de ganho real. Já a carreira de delegado teve ganho real de 93,69% entre 2007 e o ano passado. Em 2015, o ganho real da categoria será de 103,12%, diz o governo.
Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpoc), Marcos Oliveira, o pagamento atende uma antiga reivindicação dos policiais baianos. Ele diz que o próximo avanço, no caso da Polícia Civil, deve ser o da reestruturação das carreiras a partir da investigação criminal.
“Nosso produto é a investigação e precisamos ter melhores condições de fazer isso”, defende. Para o coordenador geral da Associação de Praças da Polícia Militar (APPM), Agnaldo Pinto, a PM precisa de um novo estatuto. “Está se discutindo a legalidade e o custo de um novo modelo”, afirmou.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário