Professor é morto dentro de casa após ser confundido com traficante em fuga

Crime ocorreu na segunda-feira (9), em Dário Meira. Traficante também foi morto nesta terça-feira (10)

Informações Correio24hs
Professor morre após ser confundido com traficante em fuga. (Foto: Reprodução/Facebook)
(Foto: Reprodução/Facebook)
Um professor foi morto com nove tiros na noite de segunda-feira (9), em Dário Meira, município a 402 quilômetros de Salvador, após quatro homens armados invadirem a casa dele e o confundirem com um traficante que estava em fuga. De acordo com informações da Polícia Civil da cidade, Antônio Francisco de Brito Neto, 36 anos, foi executado por volta das 22h.
Os quatro suspeitos estavam a bordo de um veículo, modelo Ford Fiesta, perseguindo o traficante Gutemberg de Jesus Carvalho, 32 anos, mais conhecido como Alan Dejon, por causa de uma dívida. Ao ver o carro se aproximar, Gutemberg invadiu a casa do professor e conseguiu sair pelos fundos, dando continuidade à fuga.
"Gutemberg viu o carro se aproximar, invadiu a casa do professor e saiu pelos fundos. Infelizmente, os dois tinham semelhanças físicas. Além disso, estavam vestidos com roupas parecidas, o que facilitou o engano. Gutemberg tinha acabado de sair de um jogo de futebol e o professor se arrumava pra ir a um 'baba'. Os dois usavam blusa branca e um short azul", informou o delegado Almir Fernandes em entrevista ao Correio24horas.
Ainda segundo informações da polícia, Gutemberg foi preso momentos após o crime e encaminhado para a delegacia de Itagibá e, em seguida, para Aiquara, para evitar um possível linchamento. "A população estava revoltada e queria linchar ele. Então transferimos ele para Aiquara, que é mais distante de Dário Meira", afirmou Fernandes ao Correio24Horas.
Antônio Francisco de Brito Neto chegou a ser socorrido por vizinhos e levado para o Hospital Prado Valadares, em Jequié, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jequié e foi liberado para a família nesta terça-feira (10).
A vítima, que era um professor da rede municipal, deixa a esposa e duas filhas. O enterro acontece nesta terça, às 17h, no cemitério municipal de Dário Meira. A polícia de Dário Meira investiga o caso. Ainda não há informações sobre os suspeitos.
Morte de GutembergO traficante Gutemberg de Jesus Carvalho, 32 anos, foi ouvido pela polícia de Aiquara na manhã desta terça-feira (10), por volta das 11h. Após o depoimento, Gutemberg foi liberado. Ao chegar em um ponto de ônibus de Aiquara, o traficante foi surpreendido por dois homens armados, que estavam a bordo de uma motocicleta.
Os dois suspeitos abriram fogo contra Gutemberg, que conseguiu escapar. O traficante fugiu e, novamente, invadiu uma outra casa. Entretanto, os dois suspeitos foram capazes de segui-lo e o assassinaram a tiros dentro da residência.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário