Preso um dos suspeitos de sequestro de policial militar na cidade de Itabela

Segundo polícia, três envolvidos no crime ainda estão foragidos; 1 morreu.
PM se jogou de carro em movimento para evitar sequestro, na Bahia.


Informações G1 BA
Veículo do PM foi utilizado no sequestro pelos suspeitos e depois foi incendiado (Foto: Alex Barbosa/ Site Bahia Dia a Dia)
Veículo do PM foi utilizado no sequestro pelos suspeitos e depois foi incendiado (Foto: Alex Barbosa/ Site Bahia Dia a Dia)
Foi preso um dos cinco suspeitos de sequestrar Nivaldo Carvalho, cabo do 4º Pelotão da Polícia Militar, dentro de casa no município de Itabela, região sul da Bahia.
O policial chegou a pular de um carro em movimento na BR-101, trecho da cidade de Itabela para se livrar do sequestro. O PM ainda trocou tiros com os sequestradores, mas não se feriu.
Segundo informações da Polícia Militar da cidade, um segundo suspeito do crime também foi identificado, mas morreu durante confronto com a PM após matar um adolescente de 17 anos em uma lan house da cidade.
O primeiro suspeito estava escondido em uma residência na rua Pedro Calmon, no centro de Itabela, quando foi reconhecido pela polícia, que fazia rondas pelo local. Coforme o órgão, o criminoso chegou a pintar os cabelos e a barba de louro para não ser reconhecido.
Após a prisão, ocorrida na segunda-feira (26), o homem foi levado para a delegacia de Itabela, onde está custodiado nesta quarta-feira (28). Os outros três homens envolvidos no sequestro continuam foragidos.
Grupo queimou carro durante fuga em zona rural de Itabela (Foto: Alex Barbosa/ Site Bahia Dia a Dia)
Grupo queimou carro durante fuga em zona rural
de Itabela (Foto: Alex Barbosa/ Site Bahia Dia a Dia)
Sequestro 
A situação ocorreu no dia 17 de janeiro, mas a ocorrência só foi registrada no dia 18, conforme contou o cabo Carvalho. Antes do sequestro, ele foi avisado por um vizinho que havia um homem dentro da casa dele [em Itabela] e, quando chegou, foi atacado por cinco homens armados.
Segundo o policial, a situação ocorreu a cerca de 200 metros da casa onde ele mora com a mulher e mais dois filhos.
Ainda segundo ele, os criminosos roubaram uma arma da PM, celular e uma quantia em dinheiro, mas não tinham observado que ele escondia outra arma nas costas, que utilizou durante a troca de tiros ao pular do veículo.
Carvalho acrescentou ainda que, após pular do carro em movimento, ele caiu em uma poça d´água e saiu rolando pelo mato quando foi socorrido por pessoas que passavam pelo local. O policial ainda teve o carro incendiado em uma zona rural de Itabela durante a fuga dos suspeitos.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário