Xuxa Meneghel deixa a Globo após 28 anos de contrato; entenda

Contratada da Globo há 28 anos, Xuxa Meneghel está deixando a emissora carioca.

Informações NaTelinha / UOL
Xuxa Meneghel no Criança Esperança deste ano, em sua última aparição na Globo (Foto: Estevam Avellar / TV Globo)
Xuxa Meneghel no Criança Esperança deste ano, em sua última aparição na Globo (Foto: Estevam Avellar / TV Globo)
Segundo o jornalista Daniel Castro, o contrato da apresentadora, que estaria em vigência até o ano de 2017, foi cancelado nesta segunda-feira (15). Tal ato, inclusive, condiz com a notícia de que a Globo poderia facilitar a saída de Xuxa.

Caso tal rescisão se confirme, este se torna um dos poucos casos em que a Globo antecipa uma rescisão de forma bilateral. Já houve rescisões unilaterais, mas sempre por parte de funcionários, como foi o caso de Tom Cavalcante e Ana Paula Padrão.

Sem programa desde o começo deste ano e sem perspectivas de uma nova atração, a apresentadora começou a negociar com a Record há aproximadamente um ano.



Xuxa também vinha perdendo espaço na Globo, que há mais de 12 anos aposta em formatos para a apresentadora, porém sem sucesso. "Xuxa no mundo da imaginação" e "TV Xuxa", por exemplo, foram reformulados sucessivas vezes mas nunca atingiram as expectativas do canal.
Procurada pelo NaTelinha, a Central Globo de Comunicação diz: "não comentamos negociações de contrato". Após a repercussão da notícia, a emissora afirmou que existe "uma negociação em andamento, sem qualquer definição ainda, tanto assim que Xuxa tem reunião marcada com a direção-geral da Globo".
Já a assessoria de imprensa de Xuxa não atendeu aos nossos telefonemas.

O destino natural da "Rainha dos Baixinhos" deve ser a Record, embora sua eventual saída da Globo não esteja diretamente ligada ao ingresso na concorrente.

A Record tem interesse na apresentadora desde que iniciou seu projeto de busca pela liderança, em 2005. Já houve tentativas de seduzir a loira por cifras altíssimas, as quais incluíam pagamento de multa e as famosas luvas -  algo comum nos anos 90 e 2000 tanto para Globo, Record e SBT mas que praticamente não existe mais nos tempos de hoje.

Caso sua ida se concretize, a Record busca balançar o mercado com a contratação. A repercussão seria muito bem vista para interromper a série de más notícias que envolvem o canal acerca de demissões e reduções de custo de 2012 para cá.

Paulo Franco, que responde pelo artístico, e Marcelo Silva, vice-presidente, defendem que Xuxa ainda possa ter fôlego e acreditam no seu potencial comercial. No entanto, também é sabido que a emissora paulista não estaria disposta a fazer manobras milionárias como a feita para tirar Gugu do SBT em 2009 em um contrato encerrado antes da metade de sua duração e que foi firmado novamente neste ano em bases completamente diferentes.

Xuxa Meneghel: uma história na Globo

Xuxa começou sua carreira na Globo em 1986, vinda da extinta Rede Manchete, onde comandou com sucesso o "Clube da Criança" por três anos. Estreou o "Xou da Xuxa", que rapidamente virou um grande fenômeno de audiência. Só para se ter uma ideia, no fim dos anos 80, 80% das crianças e 55% dos adultos moradores de São Paulo assistiam ao programa regularmente. Nesta época, também se lançou como cantora e obteve estrondoso êxito. Entre 1986 e 1992, chegou a recebeu cerca de 139 discos de ouro, 52 de platina e 10 de diamante - atingindo 18 milhões de álbuns vendidos.

Com o sucesso no Brasil, chegou a ter um programa na Argentina, que era transmitido para 17 países na América Latina pela Telefé, o "El Show de Xuxa", ficando conhecida em todo o continente. A atração foi ao ar por apenas dois anos, mas saiu do ar por cima. Em 1994, ganhou o "Xuxa Park" e em 1995, o "Xuxa Hits", que seria uma espécie de embrião de um dos seus maiores sucessos.

Em 1997, primeiramente nos sábados e depois nos domingos, foi ao ar o "Planeta Xuxa", ficando no ar até 2002. Considerado por muitos o melhor programa da carreira da loira, a atração era líder de audiência. No dia 11 de janeiro de 2001, um incêndio destruiu todo o cenário do "Xuxa Park", deixando 26 pessoas feridas com queimaduras. Xuxa saiu ilesa, mas o programa foi retirado da grade de programação após o fato. A Globo pagou o tratamento de todas as vítimas.

Em outubro de 2002, Xuxa voltou a ter suas atenções voltadas às crianças com o "Xuxa no Mundo da Imaginação", para pequenos em idade pré-escolar, baseado no sucesso do seu DVD "Xuxa Só Para Baixinhos". O programa, porém, não deu certo e saiu do ar em 2004. No ano seguinte, porém, ela lançou o "TV Xuxa", falando para todas as crianças. Ainda assim, a audiência não mudou muito e em 2008 ele foi reformulado e migrou para os sábados, falando para todos os públicos.

Em 2011, a atração estreou nas tardes de sábado, mas não se firmou chegando a perder para o desenho "Pica-Pau", da Record. A atração saiu do ar no início deste ano, dando lugar a uma sessão de filmes.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário