Idoso é morto dentro de casa e tem rosto devorado por animais; polícia investiga latrocínio

O aposentado Francisco Alves Ferreira, de 74 anos, teve parte do rosto devorado por animais, como cachorros e gatos que viviam no imóvel

Informações Correio24hs
Idoso foi encontrado morto dentro de casa pelo vizinho (Foto: Vermelhinho BA)
Idoso foi encontrado morto dentro de casa pelo vizinho (Foto: Vermelhinho BA)
Um idoso de 74 anos foi encontrado morto dentro de casa em uma fazenda, na zona rural de Itabuna, que fica a 426 quilômetros de Salvador. Segundo a polícia, o aposentado Francisco Alves Ferreira, de 74 anos, teve parte do rosto devorado por animais, como cachorros e gatos que viviam no imóvel, dentro da Fazenda Boa Esperança, na BR-101.

Francisco foi visto pela última vez por um vizinho, que não teve o nome divulgado, na sexta-feira (5). Ao retornar para a fazenda no domingo (7), ele percebeu que o idoso estava caído dentro de casa e chamou a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que em seguida acionou a Polícia Civil.

Francisco foi encontrado caído na sala, por volta das 14h30, com o rosto dilacerado pelos animais. A polícia investiga se o idoso foi vítima de um latrocínio, já que todos os documentos, incluindo o cartão do benefício de aposentadoria, não foram encontrado na casa. Apesar da porta da frente do imóvel estar trancada, a polícia constatou que os possíveis suspeitos entraram pela porta e janela dos fundos que estavam abertas.



Segundo a polícia, alguns cachorros foram encontrados sujos de sangue (Fotos: Vermelhinho BA)
Segundo a polícia, alguns cachorros foram encontrados sujos de sangue (Fotos: Vermelhinho BA)
O corpo dele foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Itabuna. A polícia não informou se havia outros sinais de violência pelo corpo do idoso e que apenas o laudo da perícia vai indicar a causa da morte.

Testemunhas contaram à polícia que Francisco tinha o hábito de emprestar dinheiro na região. O homem que encontrou o idoso morto foi ouvido ainda no domingo. Outros vizinhos e familiares da vítima foram chamados para prestar depoimento na delegacia nesta terça-feira (9). O caso está sendo investigado pela delegada substituta Katiana Amorim Teixeira da Delegacia de Homicídios, em Itabuna.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário