Em dois dias, 6 micos são achados mortos no interior da Bahia

Mulher que encontrou animais suspeita de envenenamento.
Ministério Público foi acionado e deverá pedir que polícia investigue.


Informações G1 BA
Ministério Público foi acionado e deve pedir que polícia abra inquérito (Foto: Acervo pessoal)
Ministério Público foi acionado e deve pedir que
polícia abra inquérito (Foto: Acervo pessoal)
Em dois dias, uma moradora da Rua da Vitória, na cidade de Cruz da Almas, localizada a 135 quilômetros de Salvador, encontrou seis micos mortos no quintal de casa. Ela, que não quis se identificar, acredita que os animais foram vítimas de envenenamento.
"Já aconteceu aqui na rua de gatos morrerem envenenados, por isso acho que a causa da morte dos micos seja a mesma", diz.
Ela conta que na última segunda-feira (1º), encontrou dois animais, sendo que um ainda estava vivo. "Um estava agonizando no momento que eu os vi. Cheguei a dar um sulfato de atropina que uma ambientalista daqui me recomendou, mas ele acabou morrendo", afirma.
No dia seguinte, a mulher achou mais quatro micos mortos no quintal da casa onde mora. "Fui ao Ministério Público (MP) nesta quarta (3) e apresentei uma denúncia sobre o caso", revela.
De acordo com Jossam Santana, assistente da promotoria do MP de Cruz das Almas, a denúncia foi registrada no fim da manhã. "Como a denunciante não apresentou um possível autor do crime, o que deve ocorrer é o promotor pedir que a polícia abra uma inquérito para apurar o caso", destaca Santana
De acordo com a Lei de Crimes Ambientais, quem for condenado por matar um animal silvestre pode pegar detenção de seis meses a um ano, além de multa.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário