Duas pessoas são atropeladas por carro dirigido por juíza na Bahia

Acidente aconteceu na tarde deste sábado (27), na região norte do estado.
Juíza do estado do Piauí foi ouvida em delegacia e depois liberada.


Informações G1 BA
Acidente envolveu carro de juíza na cidade de Senhor do Bonfim (Foto: Jeorge Katatau/Arquivo Pessoal)
Acidente envolveu carro de juíza na cidade de Senhor do Bonfim (Foto: Jeorge Katatau/Arquivo Pessoal)
Uma juíza do estado do Piauí atropelou duas pessoas no início da tarde deste sábado (27), na BR-407, trecho urbano da cidade de Senhor Bonfim, região norte da Bahia. As vítimas, segundo a polícia local, são um homem de 58 anos e a sobrinha dele, que caminhavam pelo acostamento da rodovia, em área destinada a pedestres, quando foram atingidas pela caminhonete dirigida por Elane Santana Bispo, que foi encaminhada à delegacia, onde prestou depoimento e foi liberada.

Vítima despencou sobre carro em avenida na BA (Foto: Jeorge Katatau/Arquivo Pessoal)
Vítima despencou sobre carro em avenida na BA
(Foto: Jeorge Katatau/Arquivo Pessoal)
Com o impacto do veículo, as vítimas foram arremessadas para uma avenida que passa abaixo da área da rodovia conhecida como "trecho da Passarela".
De acordo com informações do marido de Alane dos Santos Silva Jacomé, ela está internada junto com o tio Demerval dos Santos Silva 58 anos no Hospital Regional Dom Antonio Monteiro, em Senhor do Bonfim. Demerval caiu sobre um veículo que estava estacionado na Avenida João Durval Carneiro.
Segundo informações da delegacia de Senhor do Bonfim, a juíza atua na comarca de Paulistana (PI) e á natural de Salvador, para onde estava viajando a fim de passar os festejos de fim de ano quando houve o acidente. Ainda de acordo com a PRF, a juíza se recusou a fazer o teste de alcoolemia e pagou multa de R$ 1.915,40. De acordo com a polícia, ela acionou o socorro às vítimas e se dirigiu de forma espontânea até a delegacia para prestar depoimento. O G1 não conseguiu contato com a condutora.
O delegado de Senhor do Bonfim Luciano Castelo Branco informou que, em depoimento, a juíza disse não lembrar o que motivou o atropelamento. Ela vai responder a inquérito por lesão corporal, informa o delegado. A juíza não sofreu ferimentos. 
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário