Número de desabrigados por chuva em Bom Jesus da Lapa passa de 700

Cidade situada no oeste da Bahia decretou situação de emergência.
Pelo menos 400 pessoas ainda se recusam a sair de locais de risco.


Informações G1 BA
Prefeito decretou estado de emergência por causa das chuvas em Bom Jesus da Lapa (Foto: Ispedito Nunes de Oliveira)
Prefeito decretou estado de emergência por causa das chuvas em Bom Jesus da Lapa (Foto: Ispedito Nunes de Oliveira)
O número de desabrigados por conta da chuva na cidade de Bom Jesus da Lapa, localizada na região oeste da Bahia, passou de 700, conforme números atualizados informados pelo prefeito Eures Ribeiro, na tarde desta terça-feira (18). "Estamos dando alimentação para a família. Igreja e sindicatos estão ajudando", afirma o gestor. A cidade está em situação de emergência desde a segunda-feira.
Segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo continua nublado com pancadas de chuva e trovoada isolada ao norte, e pancadas de chuva e períodos de melhoria no sul, nesta terça-feira. A temperatura mínima varia de 17°C e a máxima de 32°C. "A previsão que nós temos é de mais chuva para amanhã. O município não tem capacidade para aguentar uma situação dessa", afirma Ribeiro.  As famílias estão abrigadas em 10 escolas. O prefeito informa que cerca de 400 pessoas se recusam a deixar os imóveis situados em locais de risco.
A Defesa Civil da Bahia, que foi acionada pelo município, encaminhou três técnicos para fazer o levantamento dos dados e auxiliar no processo de decretaração da situação de emergência. Até a tarde desta terça-feira, eles ainda não tinham chegado. Segundo o órgão, os técnicos viajaram na manhã desta segunda.
Emergência
Casas e ruas da cidade ficaram alagadas na segunda-feira por causa da chuva que vem caindo nas últimas 24 horas no município. A quantidade de chuva esperada para o mês de novembro era de 160 mm, mas já tinha alcançado 210 mm na segunda-feira.
Segundo Eures Ribeiro, ruas e calçamentos ficaram destruídas e desmoronamentos de imóveis ocorreram. Ribeiro ainda destacou que o bairro mais afetado é o do Beira Rio. "A chuva alagou todos os bairros da cidade e deixou as famílias em situação critica", destaca. "Como tem gente que se recusa a sair das casas, eu solicitei que a Coelba desligasse a energia elétrica de alguns bairros, para não haver risco de choques elétricos. Graças a Deus não tivemos nenhum óbito ou ferido grave", informou.
Segundo prefeito, 680 famílias ficaram desabrigadas (Foto: Ispedito Nunes de Oliveira)
Segundo prefeito, 680 famílias ficaram desabrigadas (Foto: Ispedito Nunes de Oliveira)
Quantidade de chuva já ultrapassou o esperado para todo o mês (Foto: Ispedito Nunes de Oliveira)
Quantidade de chuva já ultrapassou o esperado para todo o mês (Foto: Ispedito Nunes de Oliveira)
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário