Nova atualização do WhatsApp pode ser utilizada como isca para ataques

Em vez de cinzas como de costume, setas de confirmação passam a ficar azuis quando a mensagem é lida


Informações iBahia
Com a nova atualização do WhatsApp, alguns cibercriminosos estão tentando enganar os internautas com supostas formas de remover o "duplo check azul". Segundo uma pesquisa da ESET, afirma especializada em segurança online, isso pode ser usado como uma forma de ataque aos dados pessoais do usuário. 

Em vez de cinzas como de costume, setas de confirmação passam a ficar azuis quando a mensagem é lida (Foto: Reprodução)
Em vez de cinzas como de costume, setas de confirmação passam a ficar azuis quando a mensagem é lida (Foto: Reprodução)
“Encontramos alguns casos em diferentes países da América Latina. No Brasil ainda não temos nenhum exemplo, mas é importante sempre alertar nossos usuários para que não caiam nessa tentativa de ataque. No momento não existe a opção de desativar o duplo check”, contou Camillo Di Jorge, diretor geral da ESET Brasil ao site TechTudo.

A mudança no WhatsApp, que permite aos usuários saberem quando os contatos visualizaram as mensagens enviadas, gerou alvoroço nas redes sociais no último dia 5. Nem todos aprovaram a modificação, que surgiu sem atualização no aplicativo. Mas até o momento, o aplicativo não oferece a funcionalidade de desativar o novo modo de alerta.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário