Mãe é suspeita de permitir abuso sexual de filhas em troca de bebidas

Caso aconteceu na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.
Mulher, padrasto e homem que abusava das vítimas foram presos na sexta.


Informações G1 BA
Animais encontrados pela polícia no quarto onde as crianças dormiam (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Animais encontrados pela polícia no quarto onde as
crianças dormiam (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
A mãe e o padrasto de três meninas, de 14, 11 e 10 anos de idade, foram presos suspeitos de permitir o abuso sexual das crianças em troca de bebidas alcoólicas, na cidade de Vitória da Conquista, localizada na região sudoeste da Bahia.
Os dois foram localizados pela Polícia Miltar, na última sexta-feira (21), após denúncias feitas por um tio das vítimas. O homem de 27 anos suspeito de abusar das menores também foi capturado.
De acordo com a soldado Deise Bastos, da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista), os suspeitos foram capturado no povoado conhecido como Corta Lote, na zona rural do município, onde as crianças moravam com a mãe e o padrasto.
"O tio delas ligou para 190 e denunciou os abusos. Depois, deslocamos uma viatura até o local e, quando os policiais entraram na residência, encontraram os pais dos menores embriagados", informou.
As menores, segundo a polícia, além de abusadas eram mantidas em ambientes precários. "As crianças viviam em um local subumano, eram maltradadas pelos pais e ainda dormiam em um quarto ao lado de cachorros e outros animais", afirmou a soldado.
Segundo a 77ª CIPM, as meninas confirmaram que estavam sendo abusadas sexualmente pelo homem, que foi preso nas proximidades da residência das vítimas. Ainda de acordo com a polícia, essa não foi a primeira vez que a mãe teria permitido abuso sexual das filhas em troca de bebidas alcoólicas.
"Nao é a primeira vez que isso ocorre. E já houve denúncias junto ao conselho tutelar, mas nada foi feito. A justiça deve ter falhado em algum ponto", diz a soldado Deise Bastos. O G1 tentou contato com o conselho tutelar do município, mas não obteve êxito.
A mãe, o padrasto e o homem suspeito de abusar das menores foram levados para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Vitória da Conquista. A Justiça deverá determinar o futuro das crianças.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário