Homem envolvido na morte de PM em Eunápolis é morto durante perseguição policial

Francisco Almeida Ramos Júnior, 23 anos, foi morto na manhã deste sábado (8)

Informações Correio24hs
Sargento da PM foi morto a tiros (Foto: Reprodução)
Um homem morreu durante uma perseguição policial no distrito de Colônia, em Eunápolis, na manhã deste sábado (8). De acordo com informações da Polícia Civil, Francisco Almeida Ramos Júnior, 23 anos, é o principal suspeito de ter assassinado o sargento da Polícia Militar, Dalvino Ferreira Magalhães Filho, 46 anos, na tarde de ontem.

Depois da morte do PM, equipes da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar começaram as buscas pelos envolvidos no assassinato.  De acordo com a polícia, no momento do crime, um dos suspeitos desceu de uma moto e se aproximou dele para efetuar os disparos, fugindo em seguida no mesmo veículo, que era pilotado por um comparsa. O segundo envolvido não havia sido encontrado pela polícia até das 16h deste sábado.
Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a socorrer Dalvino para o Hospital Regional de Eunápolis, mas ele já chegou sem vida à unidade.
No momento do crime, o sargento acompanhava o dono de uma farmácia que levava um malote para depositar no Bradesco no centro da cidade. Ele estava de folga e prestava serviço como segurança. Segundo testemunhas, ele não teria reagido à ação, mas mesmo assim foi baleado e morto.
Como a arma do PM foi roubada e por conta da circunstância envolvendo um malote de dinheiro, a polícia investiga se o crime foi um latrocínio, roubo seguido de morte. O dinheiro, no entanto, não foi levado e a investigação também não descarta a possibilidade de execução. Dalvino trabalhava no presídio da cidade e pode ter tido a morte ordenada.
Dalvino já tinha quase 30 anos na PM e estava perto da aposentadoria.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário