'Uma bomba na família', diz tia de criança morta em local de votação

Menina de 4 anos estava com a mãe, tia e primos, a caminho da votação.
'Minha irmã está em estado de choque', conta tia da vítima.


Informações G1 BA

Mancha de sangue em Mussurunga I onde a garota de quatro anos uma menina de  4 anos.  (Foto: Genildo Lawinscky/ TV Bahia)
Mancha de sangue em Mussurunga I onde a garota
de quatro anos uma menina de  4 anos. 
(Foto: Genildo Lawinscky/ TV Bahia)
"Estava indo votar com minha irmã, minha sobrinha e meus dois filhos, quando um homem deflagrou tiros em outro, e acabou acertando a filhinha dela", relata Juliane Santos, de 27 anos, tia de Ananda Luiza Costa Argôlo, de quatro anos. A menina morreu após ser baleada no domingo (5), próximo à Escola Técnica Estadual Newton Sucupira, no bairro de Mussurunga, em Salvador. A escola funcionou como local de votação nestas eleições.
De acordo com Juliane, que é irmã gêmea da mãe da vítima, ela seguia com o filho de um ano e oito meses, ao lado da irmã, para a Escola Técnica Estadual Newton Sucupira, onde as duas iriam votar. Já a sobrinha andava junto com a prima de oito anos, um pouco à frente, quando foi baleada. "Meu filho anda devagar por causa da idade, deixamos elas um pouquinho na frente, mas bem perto da gente", explica.
Juliane ainda conta que o alvo dos tiros era um casal que estava no local, e o autor dos tiros fugiu logo após a ação. Além da sobrinha atingida, a filha de Juliane também foi derrubada por pessoas que correram assustadas com os tiros. "Todos ficaram assustados e começaram a correr, chegaram até a derrubar minha filha. Quando ela se levantou e viu a prima ferida ficava perguntando: mãe jogaram uma bomba na minha priminha?", relata.
Após o acontecimento, a própria mãe da criança a carregou no colo para pedir ajuda e recebeu apoio de uma guarnição da Polícia Militar que chegou ao local. "Ela praticamente morreu nos braços da minha irmã", afirma Juliane.
"Ela está em estado de choque. Nascemos aqui no bairro [Mussurunga] e nunca aconteceu algo parecido com a nossa família. Jogaram uma bomba na nossa família. Estamos destruídos", acrescenta.
Ainda de acordo com a tia da vítima, o enterro do corpo da menina será sepultado no Cemitério Bosque da Paz, bairro do Trobogy, às 17h desta segunda. 
O casal alvo do atirador ficou ferido na ação. Os dois permanecem internados no Hospital Menandro de Faria, em Lauro de Freitas. A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) não tinha informações sobre o estado de saúde das vítimas.
A motivação do crime permanece desconhecida, de acordo com a polícia.
Duas pessoas foram baleadas perto da Escola Newton Sucupira, em Salvador (Foto: Genildo Lawinscky/ TV Bahia)
Duas pessoas foram baleadas perto da Escola Newton Sucupira, em Salvador (Foto: Genildo Lawinscky/ TV Bahia)

Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário