Homem que incendiou padaria e se esfaqueou deixou carta de despedida

Ele pediu para a mãe ser forte, pois iria para o lado do pai, que já morreu.
Jorge Alves Souza está internado e responderá por tentativa de homicídio.


Do G1 BA, com informações da TV Bahia

(Foto: Imagens / TV Bahia)

O homem que se esfaqueou e incendiou uma padaria do Largo de Roma, em Salvador, na última quarta-feira (1º), deixou uma carta de despedida para a mãe. De acordo com testemunhas, Jorge Alves Souza teve um relacionamento com um funcionário da padaria e não aceitava o fim do namoro.

Carta Surto (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Carta Surto (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Na carta, intitulada "O desabafo de um sofredor", Jorge diz que não aguenta mais tanta injustiça e pede para a mãe ser forte, pois ele iria para o lado do pai, que já morreu, pois já não acreditava mais em amor verdadeiro.
Jorge também fez um desabafo nas redes sociais, momentos antes do ato. “Tá (sic) chegando o momento. Todos vão se surpreender comigo”, postou.
Ele permanece internado no Hospital do Subúrbio, mas está consciente. A irmã de Jorge conta que ele se recusa a ingerir alimentos e tira o soro a todo momento. "Ele diz que não era para estar vivo", afirma Julita de Souza.
Parentes disseram que Jorge tomava remédio contra depressão. “Já tinha dado surto, mas não foi desta maneira”, contou Renê Assis, sobrinho de Souza. Segundo Renê, durante os surtos, o tio nunca havia apresentado comportamento violento.
A delegada Heleneci Souza Nascimento de Jesus, titular da 3ª Delegacia, que cuida do caso, disse que o inquérito deve ser concluído em dez dias e que Jorge responderá por tentativa de homicídio e incêndio. "Nós falamos com ele, que assumiu que no momento do ato ele queria matar o ex-namorado, mas que agora está arrependido", destaca a delegada.
Ninguém que estava na padaria ficou ferido no incêndio.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário