Homem mata mãe e filha a facadas dentro de mercado em Varzedo

Maria de Fátima Jesus Santana, 39 anos, era funcionária do mercado e se preparava para levar Larissa Santana da Silva, 8 anos, à escola

Informações Correio24hs
(Foto: Marcello Dial/ Voz da Bahia)
Um homem matou uma mulher e uma criança, feriu uma pessoa e depois matou a si mesmo em um mercado do município de Varzedo, a cerca de 194 quilômetros de Salvador, na manhã desta sexta-feira (10). De acordo com o o delegado Luiz Castro Freaza, o caso aconteceu às 6h20, logo após a abertura do estabelecimento, que fica localizado na rua Coronel José Augusto. 
Antonio Carlos França Santos, 48 anos, conhecido como "Tonhão", invadiu o mercado portando uma faca e desferiu diversos golpes contra uma mulher e a filha dela. Maria de Fátima Jesus Santana, 39 anos, era funcionária do mercado e se preparava para levar Larissa Santana da Silva, 8 anos, à escola. Ao serem atacadas, o dono do mercado, identificado como Nelson da Silva, 50 anos, tentou livrar as duas dos golpes e também acabou ferido. 
Maria de Fátima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A criança chegou a ser encaminhada para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus (HRSAJ), mas acabou morrendo na unidade médica. O dono do mercado também foi encaminhado ao mesmo hospital, onde segue internado em estado grave.
Logo após cometer o crime e antes da chegada da polícia, Antonio Carlos França desferiu diversos golpes de faca contra si mesmo, nas regiões do abdômen, pescoço e pulso. Ele chegou a receber atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu uma hora depois do crime.
Ainda de acordo com o delegado, Antonio Carlos sofria de transtornos mentais, mas não tinha nenhuma passagem pela polícia. Na última semana, a mãe da menina havia dito que o homem vinha assediando sua filha, lhe oferecendo doces. "Ele morava sozinho, em uma casa própria localizada no bairro da Estação, que fica a um quilômetro de distância do mercado. Parecia normal, mas tinha esses transtornos", contou o delegado. O autor do crime não tinha nenhuma relação de parentesco com as vítimas. Além de Larissa, Maria de Fátima era mãe de outros quatro filhos.
O estabelecimento foi periciado no final da manhã e os corpos liberados pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Antônio de Jesus.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário