Confundida com 'borboleta-coruja', espécie de cigarra encanta baianos

Inseto foi achado na zona rural da cidade de Maetinga, na região sudoeste.
Especialista diz que bichos se assemelham nas características físicas.


Informações G1 BA

Jequitirana Boia, hemíptero confundido com 'borboleta-coruja', foi achado na zona rural de Maetinga, na Bahia (Foto: Altier Souza/Site Destaque Bahia)
Jequitirana Boia, hemíptero confundido com 'borboleta-coruja', foi achado na zona rural de Maetinga, na Bahia (Foto: Altier Souza/Site Destaque Bahia)

Moradores de Maetinga, na região sudoeste da Bahia, se surpreenderam ao encontrar um inseto, semelhante a uma "borboleta-coruja", espécie de mariposa, na zona rural da cidade. Com asas grandes, desenhada com o que se assemelha aos olhos de uma coruja, manchas amarelas e, geralmente encontrado nas regiões semiáridas e da caatinga, o inseto conhecido como "jequitirana boia", classificado como hemíptero, faz parte do grupo das cigarras.
Apesar de pouco conhecido, o inseto pode ser encontrado facilmente na região, segundo informações de Raquel Perez Maluf, entomologista (especialista em insetos) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). De acordo com o fotógrafo Altier Souza, o inseto foi encontrado pelo sobrinho dele, de oito anos, em uma árvore conhecida como Jatobá, no quintal da casa da avó, na zona rural de Maetinga.
Inseto cabe na palma da mão (Foto: Altier Souza/ Site Destaque Bahia)
Inseto cabe na palma da mão (Foto: Altier Souza/
Site Destaque Bahia)
"Nunca tínhamos visto este inseto. Foi a primeira vez e logo que encontramos já vimos mais outros dois enquanto meu sobrinho estava brincando com o bicho", contou em entrevista ao G1.
Altier disse que ele e o sobrinho fizeram registros fotográficos da cigarra e, logo em seguida, a colocou na árvore onde foi achada. Ainda segundo Raquel Perez, esse inseto é de uma espécie popular e se parece com a mariposa conhecida por "borboleta-coruja". "Ele tem um aparelho bucal pontiagudo que se alimenta da seiva de plantas e árvores", esclarece.
A entomologista conta também que existe uma lenda folclórica por trás deste inseto. "Tem gente que tem medo desse bicho porque, como diz a lenda, ele vai secar as pessoas por causa desse bico que se assemelha a uma agulha e por ser pouco conhecido e encontrado somente na zona rural e no mato", relatou em entrevista ao G1. "O animal não é nocivo", afirma Raquel Perez.
Já a "borboleta-coruja", segundo a entomologista, é uma mariposa do gênero caligo que é distribuída amplamente em regiões da América do Sul. "Suas características se assemelham bastante a este inseto", conclui.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário