Prefeito de Sento Sé é condenado a 5 anos por desvio de recursos públicos

Julgamento foi realizado pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.
Denúncia do MP aponta aquisição fraudulenta de medicamentos em 1998.


Informações G1 BA

Ednaldo dos Santos Barros, prefeito da cidade de Sento Sé, no norte do estado, foi condenado a cinco anos de prisão, nesta quinta-feira (25), depois de ser julgado pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), segundo informação divulgada pelo Ministério Público da Bahia (MP). Cabe recurso.
Denúncia da Promotoria acusa que o político desviou recursos públicos por meio de aquisições “fraudulentas” de medicamentos no ano de 1998, quando ainda estava no primeiro mandato.
G1 tentou contato com o suspeito e ainda não conseguiu contato. O subprocurador municipal, Aroldo Afonso, afirma que o prefeito não foi notificado e que ele estava em viagem. A denúncia partiu do Núcleo de Investigação de Crimes Atribuídos a Prefeitos (CAP), do Ministério Público.
A Justiça também condenou Barros à perda do cargo, afastamento imediato da suas funções e inabilitação para o exercício de cargo público pelo prazo de cinco anos. Ednaldo dos Santos foi prefeito de Sento Sé de 1997 a 2000. Depois, venceu novamente as eleições em 2009 e 2012.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário