Polícia Civil decide paralisar atividades pela terceira vez em menos de um mês

O Sindicato da Polícia Civil anunciou na segunda-feira (15) que as atividades deverão parar nos dias 30 de setembro e 1º de outubro

Informações Correio24hs


(Foto: Almiro Lopes/ Arquivo Correio)
O Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria da Segurança Pública (Sindpoc) anunciou que os policiais civis irão paralisar suas atividades por 48h, a partir das 8h do dia 30 de setembro até às 8h do dia 2 de outubro.
A decisão, tomada na última segunda-feira (15), é a terceira em menos de um mês. No último dia 18 de agosto, a categoria paralisou as atividades por 72h. Antes do término do movimento, o Tribunal de Justiça da Bahia decre ou a ilegalidade da paralisação e determinou a suspensão imediata, além do retorno da categoria ao trabalho. No dia 4 de setembro, os profissionais voltaram a paralisar as atividades, desta vez por 48h.
A categoria reivindica a publicação do decreto que regulamenta as promoções. O presidente do sindicato, Marcos Maurício, observa que o governo está descumprindo os acordos em relação à promoção da classe III para II, firmado em 2009, e à promoção da classe II para I, firmado em 2012. Segundo ele, a relação de promovidos deve conter o nome de 1460 profissionais. "Os processos de promoção foram previstos no art.8º da Lei nº 12.601, e não existe dualidade em artigo de lei", argumentou.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário