Homem é reconhecido por uma das oito vítima de estupro em Conquista

Ele foi localizado na tarde desta quarta-feira (27) e levado para a delegacia.
Foram oito casos em oito dias; polícia ainda não aponta relação entre eles.


(Foto: Imagens / TV Bahia)
Mais um suspeito de envolvimento nos casos de estupro na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, foi achado nesta quarta-feira (27), segundo a Delegacia Especial de Atenção à Mulher (DEAM). Foram oito casos de abuso sexual em oito dias, porém, a polícia não aponta relação entre eles. Cinco pessoas são suspeitas. Pela manhã, um adolescente já tinha sido apreendido e, em seguida, liberado.
A delegada Delzimária Gonçalves prefere não passar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. Ela adianta que o último homem conduzido ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), e que não teve a identidade revelada, foi interrogado e reconhecido por uma vítima de estupro, em crime que teria ocorrido no mês de maio. Ele foi levado para o presídio Nilton Gonçalves.
Segundo a polícia, alguns crimes envolvem crianças e adolescentes. Entre as vítimas, está um menino de sete anos, que foi abordado por um homem quando estava a caminho da escola. O jovem foi levado para o fundo da escola e violentado.  Outros três casos foram realizados nas proximidades de uma praça movimentada no centro de Vitória da Conquista.
Segundo a Polícia Civil, os oito casos de estupro foram cometidos por cinco pessoas, sendo que três delas foram identificadas. Em nota, a polícia informou que o patrulhamento foi reforçado nas áreas onde ocorreram os estupros. Contudo, a PM informou que há poucos detalhes sobre os suspeitos, o que dificulta a identificação.
Histórico
Alguns estudantes contam que já viram o carro descrito pela vítima passar pela instituição de ensino algumas vezes. "Todo mundo fica olhando o carro passar aqui. Não dá para ver a pessoa. Os vidros são todos pretos", descreve um dos alunos.
As pessoas que moram nas proximidades de Lagoa das Flores reclamam da altura da mata e da iluminação precária. "Entra aí e se esconde. Na hora que passam, abordam e arrastam para dentro [do carro]. Não tem nenhuma iluminação aqui, nem próximo", disse o motorista Roberto Almeida.
Em nota, a Prefeitura de Vitória da Consquita informou que o bairro foi beneficiado por um mutirão de limpeza e de iluminação e que as lâmpadas dos postes foram trocadas. O órgão orienta aos populares que realizem a denúncia sobre os terrenos para que os proprietários sejam notificados.
'Medo constante'
Alguns moradores contam que o número de casos deixa a população com receio. "O medo aqui está sendo constante. A gente não pode deixar mais nossas filhas virem da escola sozinhas, nem ir. Eu tenho mesmo uma filha que estuda pela manhã e às vezes não tenho como levantar cedo para ver ela saindo. É uma preocupação enorme", reclama a costureia Vanessa Cardoso. "Uma coisa muito horrível, que sofre a vítima e sofrem o pai, mãe e todos os familiares", completa outro morador, que prefere não se identificar. Informações G1 BA
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário