Celas de adolescentes infratores são interditadas pela Justiça em Itabuna

Segundo a Polícia Civil, os detentos não estavam recebendo o tratamento adequado

Dois adolescentes infratores que estavam no complexo foram soltos. (Foto: Imagens/Tv Bahia)
Dois adolescentes infratores que estavam no
complexo foram soltos. (Foto: Imagens/Tv Bahia)
Uma comissão formada por representantes da Justiça interditou as celas que abrigavam adolescentes infratores na cidade de Itabuna, cerca de 454 quilômetros de Salvador. De acordo com a Coordenadoria de Polícia Civil do município, que também participou da ação, o caso ocorreu na tarde desta quarta-feira (27).
Um juiz da Vara da Infância e Juventude, uma promotora da Justiça, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (Seção/Bahia) e representantes do Concelho Tutelar e da Secretaria de Ação Social de Itabuna visitaram as celas após receberem denúncias de que os detentos não estavam recebendo o tratamento adequado.
Segundo a polícia, os adolescente não tinham lugar para dormir nem para tomar banho e o espaço físico em que ficavam está em péssimas condições. Uma menina de 15 anos chegou a ficar no mesmo espaço que alguns meninos. 
A polícia informou que já existe uma determinação da Justiça para que o governo do estado construa uma unidade de execução de medida sócio-educativa em meio fechado e internação provisória na região de Itabuna. Todos os detentos foram encaminhados para o Conselho Tutelar e liberados em seguida. Informações Correio24hs
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário